Meus livros

..........................................................................................................................


      "– Cabeças de Ferro, eis a nossa obrigação!
       – Levar esses calouros à completa humilhação!
       – Cinco, quatro, três, dois, um! Manda ver, Cantisani!
       Tudo aconteceu muito rápido. De olhos bem fechados, esperei pela enxurrada de misturas fedorentas que Artur jogaria em mim. Pude ouvir o som do líquido sendo derramado da garrafa. Mas meu cabelo e minhas roupas continuaram secos.
       Então abri os olhos. Artur havia despejado o líquido na garota japonesa ao meu lado. Não em mim. (...) De repente a garota ficou branca como cera e seu rosto foi inchando, inchando... Até ela pôr as mãos na garganta, como se estivesse sufocando, e desabar no chão."




          "Céu. Céu. Céu. Era o gosto da boca de Guga. Um céu particular, explodindo em fogos de artifício, estrelas cadentes, cometas cintilantes e planetas girando sem parar. 
           Agora fazia nove anos, cinco meses e dois dias que ele havia ido embora para Londres, estudar música. E nunca telefonou, nunca mandou uma carta, um sinal de fumaça.
           Por onde ele andava? Que bocas estaria beijando? Por que eu não conseguia esquecê-lo? Eu era uma mulher e ainda sentia borboletas no estômago só de pensar em minha paixão de adolescência. 
          Dez anos depois e Guga era um fantasma conjurado para me assombrar."




          "Ah, tudo bem. Eu confesso. O negócio é que estou apaixonada por Edward Cullen, o vampiro encantado da saga Crepúsculo, e por Robert Pattinson, o ator que o interpreta nos cinemas. Sei que é uma grande loucura, que o primeiro não existe e o segundo não sabe que eu existo. Mas, depois deles, nenhum homem parece suficientemente perfeito para mim. É isso aí. Pronto, falei"